Jovens do Jardim Ângela elaboram projetos sociais para a comunidade

A partir de capacitação, com foco em Juventude e Empreendedorismo Social, jovens organizam, do começo ao fim, ações para transformar a região em que moram

Até o dia 20 de julho, cerca de 30 jovens, entre 14 e 18 anos, moradores do Jardim Ângela, bairro da zona Sul de São Paulo, estarão reunidos, duas vezes por semana, para elaborar projetos sociais voltados para as necessidades da comunidade em que vivem.

Imergidos em uma formação com duração de três meses e meio, estes estudantes dos Ensinos Médio e Técnico de escolas públicas e privadas da cidade de São Paulo aprendem a colaborar, na prática, com a sociedade, mesmo antes de ingressar no mundo do trabalho.

Para Gabriela Cristina Rocha Moreira, integrante do projeto Laboratório do Programa Aprendiz Comgás (PAC) – uma iniciativa da Associação Cidade Escola Aprendiz e da Companhia de Gás de São Paulo (Comgás), estar nesse grupo é uma “oportunidade incrível no Jardim Ângela”. E a melhor forma de fazer jus a essa oportunidade, segundo a jovem, é “elaborando o projeto e fazendo com que ele crie vida”.

Nesse sentido, a proposta da formação é apoiar os jovens no desenvolvimento de uma intervenção social, possibilitando que eles experimentem um conjunto de ferramentas para transformar suas ideias numa ação prática de impacto local. Para isso, durante toda a capacitação, os jovens participam de oficinas de comunicação, articulação de parcerias, mapeamento e pesquisa, além de visitar espaços culturais e fazer atividades de campo.

Rayssa Aguiar, educadora do Programa no projeto Laboratório, conta que “até o momento, a primeira etapa do projeto – chamada de “Explorar” – foi concluída e a segunda, conhecida como “Focalizar”, está em curso. Nessa fase, os jovens se aprofundam nas questões sociais referentes aos seus projetos. É um momento propício à pesquisa e ao início das articulações das parcerias”, explica. Já os próximos passos serão pesquisar dados que justifiquem a importância de seus projetos na comunidade, fortalecer as parcerias, fazer o planejamento e a realização das ações previstas.

Divididos em oito grupos, os projetos sociais articulados pelos jovens apresentam diferentes propostas de atuação, entre elas: a produção de programação musical e de notícias sobre o Jardim Ângela no horário do intervalo da Escola Estadual Honório Monteiro, bem como a melhoria do espaço de lazer da unidade; a organização de campeonatos em diversas modalidades de esportes; o ensino de informática a pessoas da comunidade; a revitalização da quadra da Escola Estadual Amélia Kerr Nogueira e de uma biblioteca da região; e ainda a promoção de rodas de conversa sobre livros e sobre filmes exibidos na comunidade.

Sobre o Programa Aprendiz Comgás

O PAC foi criado em 2000 com a proposta de atuar junto aos jovens, estudantes de escolas públicas e privadas, visando ajudá-los no desenvolvimento e viabilização de iniciativas sociais nas comunidades onde vivem. O Programa já envolveu mais de 4090 jovens, que elaboraram e desenvolveram 910 projetos de intervenção social, com o intuito de solucionar questões de suas comunidades nas áreas de saúde, meio ambiente, cultura, cidadania e comunicação.

A Tecnologia Social para a Juventude – Aprendiz Comgás é também disseminada por meio da formação de educadores de outras organizações e professores de escolas públicas de ensino médio, ampliando sua visão em relação ao potencial e à participação juvenil, além de contribuir para a reflexão acerca de suas práticas educativas no ambiente escolar.

Informações à imprensa:
Daniele Próspero (danieleprospero@aprendiz.org.br / 11 99444.3587)
Paola Prandini (paprandini@gmail.com / 11 99999.0602)
Site: www.aprendizcomgas.org.br

Compartilhe e socialize:
  • Print
  • Digg
  • StumbleUpon
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Yahoo! Buzz
  • Twitter
  • Google Bookmarks